Tv Correio do Cariri

Agevisa diz que mulheres são maioria na população de fumantes da PB e reforça campanha antitabagismo

“As mulheres paraibanas representam atualmente uma maioria absoluta na população de fumantes do Estado”, afirmou a diretora técnica de Ciência, Tecnologia Médica e Correlatos da Agevisa/PB, Helena Lima, em entrevista concedida nesta sexta-feira (31), data alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco. Segundo ela, do total de 414.318 fumantes existentes na Paraíba, 223.347 são mulheres, conforme dados disponibilizados pela Secretaria de Estado da Saúde.

Helena Lima disse também que as mulheres enfrentam dificuldades bem maiores para se libertar do uso do cigarro. “Como bem observou a cardiologista Jaqueline Issa, do Instituto do Coração de São Paulo (Incor), na última quarta-feira (29), em João Pessoa,a mulher tem mais dificuldade de deixar o cigarro do que o homem por questões emocionais, especialmente em razão da dupla jornada de trabalho e à consequente exposição a um grau bem maior de stress. O cigarro, neste caso, acaba funcionando como um redutor de tensão”, enfatizou.

O evento citado por Helena aconteceu na manhã de quarta-feira (29) no auditório do Conselho Regional de Medicina, no Centro de João Pessoa/PB. Promovido pela Secretaria de Estado da Saúde, com a participação efetiva da Agevisa/PB e o apoio de Planos de Saúde e de entidades como a Associação Médica da Paraíba a Sociedade de Pneumologia, entre outras, o seminário teve por objetivo discutir a importância da prevenção e do controle do tabagismo e seus  fatores de risco, com ênfase para a elevação da incidência no sexo feminino.

Presente ao debate, o diretor geral da Agevisa/PB, Jailson Vilberto, ressaltou a determinação do Governo do Estado no sentido da efetivação de políticas eficientes de promoção da saúde da mulher. “Nesse sentido, a Agevisa/PB trabalha, em todas as suas áreas de competência, com o objetivo de zelar pela segurança e promoção da saúde da mulher. E neste processo de conscientização frente à maior gravidade do tabagismo em relação à mulheres fumantes, nós também estamos empenhados tanto no sentido de promover ações quanto de apoiar iniciativas como esta realizada pela Secretaria da Saúde”, comentou.

No seminário, a cardiologista Jaqueline Issa, que coordena o Programa de Tabagismo do Incor, observou que o tabagismo pode causar danos bem maiores às mulheres do que aos homens fumantes. Por exemplo, ela citou informação do Instituto Nacional do Câncer (Inca) de que as mulheres apresentam risco bem maior de ter câncer de pulmão com exposições menores do que os homens. “Calcula-se que o tabagismo seja responsável por 40% dos óbitos nas mulheres com menos de 65 anos e por 10% das mortes por doença coronariana nas mulheres com mais de 65 anos”, acrescentou.

“Durante os períodos de gravidez, as mulheres têm os níveis de risco ainda mais aumentados, conforme dados do Ministério da Saúde”, comentou Helena Lima, da Agevisa/PB. “Dentre os problemas mais comuns – continuou –, estão os abortos espontâneos, nascimentos prematuros, bebês de baixo peso, mortes fetais e de recém-nascidos, complicações com a placenta e episódios de hemorragia (sangramento). Tais problemas se devem especialmente aos efeitos que o monóxido de carbono e a nicotina exercem sobre o feto, após a absorção pelo organismo materno”.

Ressaltando os benefícios que a abstenção ao fumo proporciona à saúde humana, ela afirmou que doenças de ordem cardiovasculares, crônicas respiratórias e também os vários tipos de câncer, inclusive de colo de útero, podem ser evitadas a partir do ato de não fumar, à medida que as mesmas estão diretamente relacionadas ao tabagismo. “Cada cigarro a menos é um tempo a mais de vida”, afirmou.

joão evangelista
Agevisa diz que mulheres são maioria na população de fumantes da PB e reforça campanha antitabagismo Agevisa diz que mulheres são maioria na população de fumantes da PB e reforça campanha antitabagismo Reviewed by Hugo Freitas on 18:21 Rating: 5

Nenhum comentário:

Espaço para interação entre os usuários e o Correio do Cariri. É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.

Não somos responsáveis pelo material divulgado pelos usuários.

Tecnologia do Blogger.