Tv Correio do Cariri

Homem sofre atentado à bala em Itaporanga, mas cidade está sem delegado há duas semanas.


Depois de ser alvejado à bala no começo da manhã desta quarta-feira, 15, quando passava em uma moto nas proximidades da subestação de energia elétrica, trecho da BR-361, em Itaporanga, Erivânio Gomes de Lucena, de 25 anos, correu para a delegacia local, mas nenhuma ação policial foi feita no sentido de capturar o acusado, que é conhecido da vítima e da polícia.

Sem delegado há duas semanas e sem uma viatura para o agente de plantão desloca-se até a residência do homem apontado como autor dos disparos, nada de concreto foi feito pela delegacia para responder ao crime.

Erivânio, que mora no sítio Jardim do Baião, município de Itaporanga, contou que se dirigia à cidade para trabalhar quando ouviu os disparos em sua direção, mas, por está em movimento, nenhum dos três tiros o acertou.

Ele narra ainda que os disparos passaram próximos ao seu corpo, e, ao olhar para trás, viu e reconheceu o homem que atentou contra sua vida.

A vítima narra que o acusado agiu por ciúmes e teme uma nova emboscada, o que o motivou a procurar imediatamente a Polícia Civil, mas, como não houve flagrante, dificilmente o acusado será preso.

Em pouco mais de uma semana, foram dois assassinatos no Vale. Um jovem e um idoso foram mortos à bala, mas os assassinos continuam sem identificação. 

Homem sofre atentado à bala em Itaporanga, mas cidade está sem delegado há duas semanas. Homem sofre atentado à bala em Itaporanga, mas cidade está sem delegado há duas semanas. Reviewed by Raíza on 15:32 Rating: 5

Nenhum comentário:

Espaço para interação entre os usuários e o Correio do Cariri. É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.

Não somos responsáveis pelo material divulgado pelos usuários.

Tecnologia do Blogger.