Tv Correio do Cariri

Protesto contra importação de médicos é realizado na Paraíba

CRM contesta a não revalidação do diploma de profissionais estrangeiros.
Ministério da Saúde informa que esta é apenas uma possibilidade

Uma manifestação pacífica contra a entrada de médicos estrangeiros no país foi realizada, na manhã desta terça (14), na Avenida Dom Pedro II, em frente ao Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB), em João Pessoa. De acordo com Arnaldo Júnior, estudante de medicina e representante dos manifestantes, médicos, professores e estudantes realizaram caminhada e panfletagem para conscientizar a população sobre os riscos da contratação de médicos estrangeiros sem a revalidação do diploma, conforme já mencionado pelo Ministro da Saúde Alexandre Padilha.
Arnaldo Júnior afirma que a classe médica repudia o que ele considera como 'entrada indiscriminada' de profissionais sem a revalidação, segundo ele, uma decisão do Governo Federal que o Conselho Nacional de Medicina considera errônea. “O Conselho Nacional não foi consultado, inclusive publicou uma nota de repúdio, assim como os Conselhos Regionais. Esta foi uma decisão exclusiva do governo após a análise fria de determinados dados”, informa.
Por outro lado, o Ministério da Saúde informou que o programa de parceria com Cuba para a entrada dos médicos daquele país no Brasil ainda não foi lançado e, na verdade, nem saiu do papel. O Ministério afirma que esta é uma das possibilidades que ainda estão sendo discutidas com a presidente Dilma Rousseff e que já existem programas neste sentido, visando a melhor distribuição de médicos pelo Brasil.
O protesto em João Pessoa for organizado pelas principais representações médicas do estado, como Conselho Regional de Medicina (CRM), Sindicato dos Médicos da Paraíba (Simed) e Associação Médica da Paraíba. O panfleto distribuído na ocasião apresentou números dos exames de revalidação do diploma de medicina (Revalida), realizados em 2010 e 2011. De acordo com o documento, em 2010, foram 507 inscritos e 505 reprovados. Em 2011, foram 677 inscritos e 612 reprovados.
A reivindicação também envolve melhorias nas condições de atendimento nos postos de saúde e hospitais, infra-estrutura e planos de carreiras e salários para manter os médicos no interior do país.
Protesto contra importação de médicos é realizado na Paraíba Protesto contra importação de médicos é realizado na Paraíba Reviewed by Raíza on 09:45 Rating: 5

Nenhum comentário:

Espaço para interação entre os usuários e o Correio do Cariri. É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.

Não somos responsáveis pelo material divulgado pelos usuários.

Tecnologia do Blogger.