Tv Correio do Cariri

Ricardo inaugura reforma do Banco de Leite Humano de Cajazeiras


O governador Ricardo Coutinho inaugurou, nesta sexta-feira (17), a reforma do Banco de Leite Humano “Josefa Garcia Rolim”, instalado no Hospital Regional de Cajazeiras, no Sertão do Estado. Na obra foram investidos recursos na ordem de R$150 mil, que vão beneficiar mães e bebês, especialmente os prematuros, dos municípios de Bernadino Batista, Bom Jesus, Bonita de Santa Fé, Cachoeira dos Índios, Cajazeiras, Carrapateira, Jota Claudino, Monte Horebe, Poço Dantas, Poço José de Moura, Santa Helena, São João dório do Peixe, São José de Piranhas, Triunfo e Uiraúna.

Nas instalações do Banco de Leite foram realizados os serviços de ampliação geral e adequação do ambiente; salas de processamento e controle de qualidade e construção de um auditório. A reforma vai proporcionar uma maior abrangência nas ações de promoção à saúde e prevenção de patologias em crianças com idades de 0 a 2 anos de idade.

O governador Ricardo Coutinho destacou que o Banco de Leite está produzindo em leite materno o equivalente a 30 vezes o que se produzia em dezembro de 2010. “Há um aumento bastante significativo na coleta de leite materno, na pausterização e na distribuição com as mulheres que precisem do leite para alimentar seus recém-nascidos. Fico muito feliz com estas melhorias”, afirmou.

A enfermeira e coordenadora do Banco de Leite, Symara Abrantes, afirmou que a nova reforma já amplia os serviços mais de enfermagem, pediatria e as ações de assistência no âmbito materno-infantil com cerca de 60 crianças atendidas por semana e cerca de 20 mães doadoras. “A gente consegue suprir a demanda da Maternidade Dr. Deodato Cartaxo e também enviamos leite para as UTIs Neonatal”, informou.

Líbia Gonçalves tem dois filhos e é mãe doadora de leite. Ela contou que teve um bebê prematuro e sentiu a necessidade de ter leite materno. “Essa reforma do Banco de Leite é algo maravilho; você ter o leite e poder doar para outras pessoas em ambiente adequado é bem melhor”, afirmou.

Nerlândia Pinheiro é coordenadora pedagógica e mãe de uma menina de 12 anos que se chama Vitória e de outra de apenas 38 dias de vida, de nome Valentina. “Eu vejo que o Banco de Leite tem uma grande função na nossa cidade, tem uma equipe competente que auxilia as mães desde a gestação. Ressalto que leite é vida e destaco a importância desse serviço que agora teve recursos do Estado investidos. O ambiente está mais agradável e as pessoas mais qualificadas”, comemorou.

A equipe do Banco de Leite Humano de Cajazeiras é formada por 16 funcionários, entre pediatras, enfermeiras, técnicos de enfermagem, obstetra, nutricionista, assistente social, bioquímico e técnicos de laboratório. Esses funcionários são responsáveis pela captação de doadoras, pasteurização do leite e sua distribuição, sob critérios rigorosos entre a necessidade dos receptores e as características do produto pasteurizado. Todos os dias, funcionários do Banco de Leite Humano se encaminham até a Maternidade e fazem palestras com as puérperas e gestantes, assim como auxiliam a realização da ordenha das mães com dificuldade de amamentação.

O Banco de Leite Humano realiza, em parceria com a Prefeitura de Cajazeiras e o Governo da Paraíba, o pré-natal de alto risco, que é referência na rede local, o teste do pezinho e a puericultura de egresso da Maternidade do HRC, que acompanha mensalmente crianças nascidas no hospital até os 2 anos de idade. Esses serviços já servem de campo para captação de doadoras. Além disso, o banco é local de atuação dos Projetos de Extensão com alunos de Medicina e Enfermagem da Universidade Federal de Campina Grande (Campus Cajazeiras) e Faculdade Santa Maria, intitulados “Aleitamento Materno – Incentivo através da Educação”, que realiza diversas atividades educativas que incentivam o aleitamento materno e a doação de leite humano.

No Banco de Leite, as doadoras são entrevistadas, cadastradas e submetidas a exames laboratoriais rigorosos para possível detecção de doenças infecto-contagiosas e orientadas quanto à higiene e técnica de coleta. Após a triagem de doadoras, é feita a coleta, no próprio banco ou na residência da doadora, semanalmente. O leite coletado é avaliado e levado para a pasteurização. O leite já pronto vai para recém-nascidos prematuros ou patológicos da UCI Neonatal ou da Maternidade com dificuldade de amamentação, ou ainda, recém-nascidos da própria comunidade com algum problema que impossibilite mamar no seio materno.

Atualmente o Banco de Leite Humano de Cajazeiras conta com 31 doadoras ativas e 115 ex-doadoras, de diferentes perfis socioeconômicos. No ano de 2012 foram mais de 500 crianças beneficiadas com leite doado para o banco e realizadas mais de 300 visitas domiciliares para assistência a famílias em aleitamento materno.

Após a inauguração, o governador Ricardo Coutinho visitou as obras de reforma que o Estado executa no Teatro Íracles Pires. Ele esteve acompanhado da prefeita de Cajazeiras, Denise Araújo, do secretário da Saúde Waldson Souza e vários auxiliares.
(Informações: Secom)
Ricardo inaugura reforma do Banco de Leite Humano de Cajazeiras Ricardo inaugura reforma do Banco de Leite Humano de Cajazeiras Reviewed by Raíza on 06:36 Rating: 5

Nenhum comentário:

Espaço para interação entre os usuários e o Correio do Cariri. É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.

Não somos responsáveis pelo material divulgado pelos usuários.

Tecnologia do Blogger.