Tv Correio do Cariri

Serviço da PMJP oferece tratamento médico domiciliar a pessoas acamadas

A funcionária pública aposentada Maria Iraci da Silva, de 83 anos, sofreu um acidente vascular isquêmico que deixou todo o lado esquerdo do seu corpo comprometido. Sem conseguir falar ou sair de casa para realizar o tratamento de que necessitava, a vida da aposentada parou. Mas só até contar com o acompanhamento da equipe do Serviço de Atenção Domiciliar (SAD), disponibilizado pela Prefeitura de João Pessoa, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Após três meses, Maria Iraci retomou os movimentos e já consegue falar novamente.
 
Implantado no município no final de 2012, o SAD se destina a usuários com problemas de saúde que impossibilitam sua locomoção até uma unidade de saúde e já atendeu a mais de 200 pessoas na Capital. “Esse serviço qualifica o cuidado de usuários que necessitam de atendimento domiciliar. Ao ser cadastrado no SAD, o paciente recebe cuidados profissionais de médicos, fisioterapeutas e enfermeiros, sem sair de casa”, destacou a coordenadora do serviço, Gilanne Ferreira.
 
No caso de Maria Iraci, a fonoaudióloga Marcela Leiros, que acompanhou o tratamento, relatou que ela tinha alterações faciais na musculatura que a impediam de falar. “Esse problema dificultava o processo de mastigação e de fala. Com os exercícios, ela voltou a se comunicar e a se alimentar sozinha”, contou.
 
Maria Betânia, filha da paciente, não se contém diante da melhora da mãe. “Não tinha como tirar minha mãe de casa. Ela estava toda paralisada e não conseguia entrar no carro. Sem esse serviço, que tem profissionais dedicados e de excelente qualidade, não sei o que seria dela. Provavelmente, ela ficaria sempre na cama e definharia aos poucos”, enfatizou.
 
Qualidade – O Serviço de Atenção Domiciliar já dobrou a oferta de serviço. Em novembro passado, foram 133 usuários em atendimento cadastrados e 872 procedimentos realizados. “No mês de abril, tivemos 224 pessoas em atendimento e 1.987 procedimentos realizados. Ou seja, duplicamos a quantidade de atendimentos em apenas quatro meses”, disse Gilanne.
 
O atendimento é realizado por equipes capacitadas, que oferecem atendimento qualificado ao paciente sem tirá-lo de perto do carinho dos familiares – o que aumenta a sensação de segurança e auxilia na recuperação.  O serviço integra a rede municipal para complementar as ações de cuidado na Atenção Básica.
 
Um total de seis equipes multiprofissionais integram o serviço, que conta com assistente social, enfermeiro, farmacêutico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, médico, nutricionista, psicólogo e técnico de enfermagem. Além dos profissionais, oito veículos são disponibilizados para conduzir as equipes e o material às residências.

SecomJP/PB
Serviço da PMJP oferece tratamento médico domiciliar a pessoas acamadas Serviço da PMJP oferece tratamento médico domiciliar a pessoas acamadas Reviewed by Hugo Freitas on 11:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Espaço para interação entre os usuários e o Correio do Cariri. É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.

Não somos responsáveis pelo material divulgado pelos usuários.

Tecnologia do Blogger.