Tv Correio do Cariri

Ficha Limpa não vale em Juazeirinho que é governado por um Ficha Suja



A Lei 135, conhecida popularmente como Ficha Limpa, completou 3 anos na última quarta-feira (5).
Trata-se de uma Lei que partiu de iniciativa popular com o intuito de moralizar a política, banindo agentes políticos que administravam mal os recursos públicos.

No entanto, na cidade de Juazeirinho, localizada as margens da BR 230, no Oeste do Estado da Paraíba e que tem 17 mil habitantes, a Ficha Limpa foi completamente desmoralizada e não valeu para absolutamente nada nas eleições de 2012.

Esta pacata cidade, quem governa é um Ficha Suja, que atende pelo nome de Fred Marinheiro.

Ele é o atual secretário Municipal de administração e finanças, mas é o prefeito de fato, haja vista que a atual prefeita, Carleusa Marques (PTB), sua esposa, foi simplesmente usada como laranja para vencer a eleição do no passado e entregar, de bandeja, o comando do município a um homem que teve diversas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e Câmara de Vereadores, além de responder a diversos processos por mal versação do dinheiro do contribinte quando governou Juazeirinho por 8 anos.


Entenda o caso
Mesmo sabendo que não iria poder ser candidato a prefeito, devido a sua ficha está muito mais do que suja, Fred se lança na campanha do ano passado garantindo que tinha um passado “limpo”.


Em primeira instância, tem o registro de candidatura negado pelo juiz Keóps de Vasconcelos Amaral Vieira Pires.
Ele recorre ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e novamente os desembargadores desta Corte Eleitoral negam seu intento de disputar o pleito.



Se fazendo de vítima nos eventos políticos e no guia eleitoral, Fred garante que é Ficha Limpa e que está sendo vitima de uma campanha difamatória dos adversários.
O tempo passa e o dia da votação se aproxima. No entanto, o discurso do ex-prefeito é o mesmo: ou seja, é “limpo” e que vai ser candidato custe o que custar. “Desistir, jamais”, bradava.



Porem na reta final, ele começou a trazer para os comícios a sua esposa, Carleusa, que nunca teve uma vida de militância na política local durante os 8 anos em que o marido governara o município e era praticamente uma desconhecida da maioria da população.

O tempo foi passando e Fred, mesmo sabendo que não seria candidato, continuou usando a propaganda eleitoral gratuita, participando dos atos políticos de sua coligação como candidato e apresentando propostas.
Mas no dia 5 de outubro, uma sexta-feira, as 18 horas, quando o cartório eleitoral já se preparava para encerrar o expediente, eis que a máscara caiu. Fred desistiu de recorrer ao TSE e de concorrer ao pleito. Em seu lugar, colocou a mulher.


O eleitor ficou confuso e, para piorar ainda mais, a foto que aparecia na urna não era a de Carleusa, mas a do próprio marido. Uma verdadeira esculhambação!
No domingo, ela venceu com 5.114 votos e foi embora, pois mora e trabalha em Campina Grande, distante 85 quilômetros de Juazeirinho e é raro as vezes que vem à cidade que “governa”.

Por outro lado, Fred está na Prefeitura, dando as cartas e tirando sarro da Justiça. Para ele, a Ficha Limpa não vale nada.
Ficha Limpa não vale em Juazeirinho que é governado por um Ficha Suja Ficha Limpa não vale em Juazeirinho que é governado por um Ficha Suja Reviewed by Anônimo on 00:15 Rating: 5

Nenhum comentário:

Espaço para interação entre os usuários e o Correio do Cariri. É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.

Não somos responsáveis pelo material divulgado pelos usuários.

Tecnologia do Blogger.