Tv Correio do Cariri

Prefeitura cria força tarefa para dar assistência às vítimas das chuvas

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) criou uma força tarefa nesta quinta-feira (13) para amenizar os efeitos da chuva nos diversos pontos atingidos na cidade. O trabalho preventivo e emergencial envolveu a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec), Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), de Saúde (SMS), Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Infraestrutura (Seinfra), Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob), além da Autarquia especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur).

Nas duas áreas mais críticas da Capital, as Comunidades do Timbó (Bancários) e Saturnino de Brito (Jaguaribe) foram as que concentraram o maior número de famílias atendidas. De um total das 57 famílias identificadas na Saturnino de Brito, residindo em habitações com estrutura precária, 40 delas tiveram o acompanhamento da Secretaria de Desenvolvimento Social e receberam o auxílio-aluguel, conforme previsto em lei. No Timbó foram 40 famílias removidas.

Para auxiliar nas medidas de relocação dos desabrigados, a Defesa Civil conta com a ajuda da Sedes, responsável direta pela condução das famílias aos locais onde ficarão provisoriamente. “Estamos disponibilizando abrigos, alojamentos e tomando todas as medidas cabíveis. Os abrigos estão localizados aqui mesmo, em escolas e Centros dos Bancários e todas as famílias relocadas terão o acompanhamento da Sedes e da Secretaria de Saúde”, explicou Noé.

Assistência às famílias - A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) está com uma ação de assistência material e atendimento psicossocial às 52 famílias da Comunidade do Timbó, que estão nos abrigos emergenciais nas Escolas Municipais Aruanda e Olívio Ribeiro Campos, além do Salão Paroquial da Igreja Menino Jesus de Praga, nos Bancários. São cerca de 240 pessoas, entre adultos e crianças alojadas de forma provisória.

No bairro São José, a água inundou várias casas e desabrigou mais 120 famílias no final da tarde. Elas se encontram alojadas nas Escolas Municipais Nazinha Barbosa e Seráfico da Nóbrega, no bairro de Manaíra.
Todas as famílias desalojadas pela chuva estão sendo acompanhadas pela equipe técnica social e já receberam colchões, agasalhos, água e cestas básicas. “Estamos preparados com um caminhão baú, com água e leite para socorrer as famílias desabrigadas pelas chuvas no que for necessário”, informou Marta Moura, secretária da Sedes.

De acordo com a secretária, que esteve nas áreas consideradas de maior vulnerabilidade e risco na Capital, as famílias que perderam as casas receberão o auxílio-aluguel e auxílio-moradia, de acordo com o laudo expedido pela Defesa Civil e diagnóstico levantado pelas assistentes sociais da Sedes. Atualmente, são cerca de oitenta assistentes sociais de plantão 24 horas.

Na Comunidade Santa Bárbara, no Valentina Figueiredo, foi dada a assistência necessária às dez famílias que se encontram em situação de risco. “Iremos nos reunir com a Defesa Civil e tentar uma solução que pode ser também a remoção destas pessoas para um local seguro”, disse Marta, destacando que a proposta imediata é salvar as pessoas. “Depois providenciamos a ajuda necessária para sua sobrevivência”.

Trânsito - Desde as primeiras horas da manhã desta quinta-feira (13), a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) está monitoramento o trânsito nos trechos onde costumam ocorrer alagamentos devido às fortes chuvas. Quarenta agentes de mobilidade, no período da manhã, estiveram em campo disciplinando o tráfego onde houve problemas no trânsito. Além da equipe de rua, a Semob também contou com agentes de mobilidade no monitoramento de 32 câmeras da Central de Tráfego por Área (CTA).

Houve ocorrência de interdição e lentidão no trânsito em vários bairros. Nos Bancários, os agentes interditaram a avenida Sérgio Guerra, sendo o trânsito desviado pela Rua Rosa Lima dos Santos, no sentido bairro/centro, e no sentido centro/bairro o desvio foi pela rua Flamboyant, na lateral do Shopping Sul. O trânsito ficou lento na rua Waldemar Acioly (as três ruas) nas primeiras horas da manhã devido a um alagamento; na Walfredo Macedo Brandão, ao lado da Cehap, a via ficou com trânsito apenas por uma faixa por causa do acúmulo de água.

A ladeira Valentina/Mangabeira ficou interditada devido ao alagamento da via. O trânsito também foi bloqueado nos dois sentidos no final da avenida Beira Rio, proximidades da rotatória do Altiplano, com o transbordamento do Rio Jaguaribe. A Semob recomendou uma rota alternativa para os motoristas no sentido centro – praia pela rua Angelina Baltar (rua lateral do Pão de Açúcar). Já no sentido praia-centro pela via costeira que é a av. Macionila da Conceição em direção a av. Epitácio Pessoa. Com o aumento de veículo na avenida Epitácio Pessoa, os tempos dos semáforos tiveram que ser modificados para dar mais fluidez ao tráfego.

A lagoa do Parque Solon de Lucena também transbordou e deixou o trânsito lento. Durante todo o tempo, os agentes estavam disciplinando o tráfego no local.

Twitter e câmeras - O twitter da semob (@semobjp) também foi um canal de informação utilizado pelo órgão para dar informações em tempo real aos internautas. As 32 câmaras de monitoramento auxiliaram muitos motoristas nesta manhã, que antes de saírem de casa acessaram o site da Prefeitura de João Pessoa para observar o trânsito e traçar a rota mais segura.

Emlur - A Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) intensificou ações de limpeza no Rio Jaguaribe, entre a Comunidade São Rafael (Castelo Branco) e o bairro São José. Cerca de 40 agentes de limpeza, integrantes da equipe aquática, estão realizando até esta sexta-feira (14) a remoção da vegetação e demais resíduos que impedem o fluxo do rio.

Além do Rio Jaguaribe, o Rio do Cabelo, que se estende do bairro de Mangabeira à Praia da Penha, também está sendo monitorado. De acordo com o superintendente da Emlur, Anselmo Castilho, a Emlur está apoiando ainda as ações da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil. “Estamos com máquinas retroescavadeira, pá mecânica e caminhões caçamba atendendo a demandas encaminhadas pela Defesa Civil, principalmente na Comunidade do Timbó”, informou o superintendente. 

A coordenadora do Departamento de Educação Ambiental da Emlur, Alyne Monteiro, reforça a população sobre a importância do descarte correto do lixo, tendo em vista que o acúmulo dos resíduos em locais inadequados pode contribuir para as inundações durante o período chuvoso. “O papel do cidadão é de extrema importância. Por menor que seja o lixo, ele deve ser descartado de forma correta para que não haja acúmulo nos bueiros, impedindo o fluxo das águas”, ressaltou a especialista.

Sedurb - Uma equipe da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) de João Pessoa deslocou-se até o bairro do Alto do Mateus para fazer a retirada de uma árvore de pequeno porte que caiu no meio da rua por causa das chuvas. O incidente ocorreu por volta das 9h30 desta quinta-feira (13), na rua Joca Velho, principal do bairro. Ninguém ficou ferido e não houve danos materiais.

A Sedurb também enviou, para a Comunidade do Timbó (Bancários), 10 agentes de controle urbano para auxiliar na demolição das casas com estrutura comprometida.
Seinfra - A Secretaria de Infraestrutura disponibilizou, no dia de hoje, 25 homens para trabalhar na Comunidade do Timbó auxiliando nos serviços em decorrência do desabamento de duas barreiras. Além dessa ação, a Seinfra dá continuidade, em vários bairros, aos serviços de desobstrução e limpeza de galerias, recuperação de pavimento, linhas d’água, recuperação de tubulação, canaleta a céu aberto, bocas-de-lobo, dissipadores de energia em encosta, substituição de tubos e calhas de descida de água.
De acordo com a Diretoria de Manutenção, nesta quinta-feira (13), os serviços de limpeza de desobstrução de galerias estão em execução nas avenidas Sanhauá (Varadouro - nas proximidades da Estação Ferroviária); João Machado com a Coremas, Aderbal Piragibe com a Francisco Manoel (Jaguaribe), além da rua São Cristovão e do girador de Mangabeira – divisa com o Bairro dos Bancários.

A assistência à população também tem sido prestada com o uso de bombas de sucção nas ruas Cordélia Veloso Frade (Jardim Cidade Universitária) e Josemar Leite de Araújo (Bairro dos Novais). Outros operários trabalham na Comunidade Chatuba (bairro São José) no desassoreamento do Rio Jaguaribe. 

Serviço 24 horas - Qualquer ocorrência na cidade em decorrência de chuvas ou da situação precária de moradias pode ser informada à Coordenadoria de Defesa Civil, por meio da Linha Direta 0800 285 9020, que funciona em regime de plantão durante as 24 horas. Após o registro da ocorrência, a equipe da Defesa Civil é acionada para visitar a área e realizar os primeiros procedimentos para garantir a integridade das pessoas envolvidas na ocorrência.

secom JP
Prefeitura cria força tarefa para dar assistência às vítimas das chuvas Prefeitura cria força tarefa para dar assistência às vítimas das chuvas Reviewed by Hugo Freitas on 10:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Espaço para interação entre os usuários e o Correio do Cariri. É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.

Não somos responsáveis pelo material divulgado pelos usuários.

Tecnologia do Blogger.