Tv Correio do Cariri

Deputado critica GOE por perseguir trabalhadores sem terra e proteger polícia que invadiram acampamento

O deputado estadual Frei Anastácio (PT) denunciou hoje (10), no plenário da Assembleia Legislativa, que o Grupo de Operações Especiais da Paraíba (GOE) está tentando transformar vítimas em culpados, no incidente que ocorreu sábado (5), no acampamento Wanderley Caixe, em Caaporã.

“Três policiais de Pernambuco invadiram o acampamento armados, foram detidos pelos trabalhadores, mas o GOE está acusando os sem terra de cometer crime de cárcere privado. Não dá para aceitar esse tipo de inversão dos fatos. Os trabalhadores agiram em legítima defesa”, disse Frei Anastácio.

Frei Anastácio disse que enquanto o delegado do GOE, Thiago Sandes, ouviu os policiais e os liberou, tratando os sem terra como culpados, em Pernambuco os três militares foram presos. “Eu recebi a visita do chefe do Serviço Secreto da PM de Pernambuco, no meu gabinete, que veio em busca de informações sobre o caso. Ele disse que os policiais não tinham nenhuma autorização para agir em outro estado e invadir acampamento de sem terra. Irão permanecer presos até a conclusão de um processo administrativo que já foi aberto”, disse o deputado.

Frei Anastácio relatou ainda que os três policiais estavam prontos para prender, ilegalmente, os lideres do movimento e desaparecer com eles. “Para se ter uma ideia, só um deles estava com 40 balas de pistola ponto 40 e nenhum foi sequer indiciado na Paraíba. Esses mesmos homens já vinham rondando o acampamento, rendendo trabalhadores com armas, em busca dos líderes. Eles chegaram até a rasgar documentos dos trabalhadores”, disse Frei Anastácio.

O petista reforçou que a acusação de cárcere privado contra os trabalhadores não é verdadeira. “Refém é a pessoa que se entrega ao inimigo como uma espécie de garantia da execução de um tratado. Refém é quando a pessoa é sequestrada e detida para obrigar outrem a ceder a exigências dos que a sequestraram.Lá no acampamento não aconteceu nada disso. O que houve foi uma legítima defesa”, destacou Frei Anastácio.
Deputado critica GOE por perseguir trabalhadores sem terra e proteger polícia que invadiram acampamento Deputado critica GOE por perseguir trabalhadores sem terra e proteger polícia que invadiram acampamento Reviewed by andre luiz on 06:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Espaço para interação entre os usuários e o Correio do Cariri. É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.

Não somos responsáveis pelo material divulgado pelos usuários.

Tecnologia do Blogger.