Tv Correio do Cariri

Em Bananeiras, duas pessoas caem no ‘golpe do celular’ e depositam R$ 6 mil para suposto sequestrador


O ‘golpe do celular’, que normalmente acontece nos grandes centros, alcançou o interior paraibano. Na cidade de Bananeiras, em apenas uma semana, duas pessoas foram induzidas, por telefone, a depositar, cada uma, R$ 3 mil na conta de um suposto sequestrador.
A história é a mesma: ligação ininterrupta de um celular e ameaças. Como o caso é idêntico, reproduzimos a íntegra do boletim de ocorrência de uma das vítimas, identificada como noticiante.
HISTÓRICO:
Noticiou que hoje, por volta 12h40min., recebeu uma ligação em seu celular de um número não identificado, e ao atender a ligação uma voz simulando ser a de seu filho Marcio Basiliano, dizia: Mãe eu estou todo quebrado, estou sendo sequestrado, que neste momento o suposto sequestrador disse para noticiante que ia sequestrar o filho de um empresário e que o confundiu com Marcio, e agora a noticiante teria que pagar a quantia de R$10.000,00(dez mil reais), para o seu filho fosse liberado; Que a noticiante disse que não tinha a quantia exigida, e ai o suposto sequestrador perguntou de quanto a noticiante dispunha, e ele disse que tinha apenas R$ 50,00 (cinquenta reais); Que o suposto sequestrador mandou que a noticiante arranjasse a quantia de R$ 100,00(cem reais) e comprasse de remédio, pois estava com um colega baleado, que chegando na farmácia o suposto sequestrado mandou suspender a compra  do remédio e comprar crédito de celular da claro; Que neste momento o suposto sequestrador mandou a noticiante ir até o Banco e retirar o seu limite que era no momento de R$ 800,00(oitocentos reais), porém a exigência era que fosse R$ 1.000,00(mil reais), mas a noticiante só disponha de R$ 800,00, que retirou do Banco do Brasil, agência de Bananeiras, e foi até a Lotérica depositar na conta 00004654-7, agência 1619, em nome de ISABEL CRISTINA DA VITÓRIA LIMA; Que após o deposito a noticiante foi para a sua residência, e ao chegar em casa, o suposto sequestrador disse que a noticiante completasse a quantia de R$ 3.000,00(três mil reais), pois os R$ 800,00 era pouco; Que a noticiante se dirigiu até a agência da Caixa econômica e efetuou um empréstimo de 2.200,00 (dois mil e duzentos reais), e depositou na conta 62.553-1, agência 0803-6, em nome de EDERIVAL PEREIRA SILVA, e que o suposto sequestrador ainda exigiu que a noticiante comprasse mais R$ 1.000,00 (mil reais) em creditos para celular da Claro, mas a noticiante disse que não dispunha de mais dinheiro; Que a negociação com o suposto sequestro durou de 12h40min até 15h30min., aproximadamente e que durante este período a noticiante permaneceu sempre com o celular ligado falando com o suposto sequestrador; Que o suposto sequestrador disse que logo que fosse feito o deposito exigido, Marcio seria liberado na Farmácia 2 irmãos, no centro de Bananeiras/PB, porém logo após depositar o dinheiro e seguir para a sua residência a ligação caiu e não houve mais contato; Que desesperada com a perda de contato a noticiante resolveu ligar para o seu filho Marcio que estava trabalhando no IBAMA, e perguntar se realmente, ele havia sido sequestrado e ele disse que não, e que neste momento a noticiante pensou que poderia ter acontecido com o seu outro filho LAZÁRO FAGNER; Que Marcio foi para o sítio a procura de Fagner, porém lá chegando Fagner já havia retornado para casa, e depois de todos reunidos, foi que a noticiante constatou que havia caído em um golpe.
dino.
Em Bananeiras, duas pessoas caem no ‘golpe do celular’ e depositam R$ 6 mil para suposto sequestrador Em Bananeiras, duas pessoas caem no ‘golpe do celular’ e depositam R$ 6 mil para suposto sequestrador Reviewed by Raíza on 19:49 Rating: 5

Nenhum comentário:

Espaço para interação entre os usuários e o Correio do Cariri. É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.

Não somos responsáveis pelo material divulgado pelos usuários.

Tecnologia do Blogger.