Tv Correio do Cariri

Homem que atropelou criança na PB e fugiu não foi agredido, aponta laudo

O laudo do Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) aponta que o motorista de 26 anos, que bateu o carro em uma árvore enquanto fugia de atropelamento, em Campina Grande, no Agreste paraibano, morreu devido ao impacto no momento do acidente. A Polícia Civil divulgou as informações na tarde desta terça-feira (1º) e destacou que não havia indícios de espancamento no corpo do homem, descartando a tese de que ele teria sido agredido depois do acidente.

Segundo o delegado de homicídios da Polícia Civil, Francisco de Assis, o laudo indica como causa da morte uma ruptura na aorta torácica, que provocou uma hemorragia interna. “Isso aconteceu porque ele estava sem cinto de segurança e ao bater no poste, acabou tendo uma pancada muito forte contra o volante do carro, que ficou bastante danificado”, disse.
“O médico que fez o atendimento disse que esse tipo de lesão é comum quando o motorista não usa o cinto de segurança. Ele disse ainda que ficou surpreso pelo fato do homem ter resistido por algum tempo, pois a hemorragia já era suficiente para que ele morresse ainda no local do acidente”, disse o delegado.
De acordo com a Polícia Civil, no início da investigação foi levantada a suspeita de que o homem teria sido perseguido e espancado por testemunhas, depois de bater o carro contra uma árvore. Com a divulgação do laudo, a Polícia Civil descartou a tese de espancamento.
Ainda de acordo com o delegado Francisco de Assis, a equipe de investigação já solicitou câmeras de segurança que registraram o momento do acidente e a perseguição. Ele informou que as imagens estavam sendo editadas para análise e inclusão no inquérito policial.
Entenda o caso
O acidente aconteceu no dia 12 de outubro, no bairro do Catolé. O motorista de 26 anos estava trafegando por uma rua, quando acabou atropelando uma criança de 3 anos. Depois desse acidente, o homem teria fugido do local e sido perseguido por pessoas em outro veículo. Na fuga, o motorista envolvido bateu em um mototáxi, perdeu o controle da direção e colidiu contra uma árvore, à margem de um canal. O homem foi encontrado dentro do canal pela equipe de resgate. O motorista morreu no Hospital de Trauma de Campina Grande.

Fonte:G1
Homem que atropelou criança na PB e fugiu não foi agredido, aponta laudo Homem que atropelou criança na PB e fugiu não foi agredido, aponta laudo Reviewed by Hugo Freitas on 09:15 Rating: 5

Nenhum comentário:

Espaço para interação entre os usuários e o Correio do Cariri. É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.

Não somos responsáveis pelo material divulgado pelos usuários.

Tecnologia do Blogger.