Tv Correio do Cariri

Complexo Hospitalar de Mangabeira atende a 10 mil pessoas por mês

Focado no atendimento de emergência clínica cirúrgica em traumatologia, atenção ao sofrimento psíquico e atenção eletiva em ortopedia e bucomaxilofacial, o Complexo Hospitalar Governador Tarcísio Burity, em Mangabeira, realiza uma média mensal de 10 mil atendimentos em suas especialidades. O atendimento abrange tanto a área metropolitana de João Pessoa, como outros 186 municípios de todo Estado.
 
O Complexo Hospitalar de Mangabeira tem um total de 155 leitos cadastrados, sendo 21 de cirurgia geral, 77 de ortopedia e traumatologia, quatro de isolamento, 38 de clínica geral, oito de UTI, três de psiquiatria e quatro para as áreas cirúrgicas, diagnose e terapêutica. Atende a urgências e emergências em clínica médica, traumatologia, cirurgia geral, bucomaxilofacial e realiza cirurgias eletivas em traumatologia e ortopedia e bucomaxilofacial, urgências pediátricas em clínica médica e em traumatologia.
 
A diretora do hospital, Adriana Lobão, destacou que o objetivo do hospital tem sido fornecer um atendimento cada vez melhor ao usuário. Segundo ela, o Complexo de Mangabeira é referencia para ortopedia e traumatologia na rede SUS em João Pessoa e também atende cirurgias de media e alta complexidade de toda a Paraíba. “Realizamos mais de 200 cirurgias por mês, e nossos leitos de UTI estão em início de ampliação”, disse.
 
Atendimento humanizado – Além das tomografias realizadas em pacientes internos e em crianças, no hospital podem ser realizados exames de colonoscopia, endoscopia, exames laboratoriais, ultrassonografia e raios-X, por meio da indicação dos médicos das Unidades de Saúde da Família (USFs) e da Central de Regulação de João Pessoa.
 
Adriana ressaltou que o Complexo contribui para o atendimento humanizado aos pacientes especiais, que necessitam de atendimento de endodontia e demandam anestesia geral para a realização dos tratamentos. “O hospital também é referência para urgências psiquiátricas. É o único que presta esse serviço no Estado”, disse. As urgências psiquiátricas são atendidas no Pronto Atendimento de Saúde Mental (Pasm), com escala de psiquiatras em regime de plantão de 24h – o Pasm realizou, em 2012, quase sete mil atendimentos a usuários em momento de crise, transtorno psíquico agudo e abuso de substância psicoativa.
 
O Centro Integrado de Tratamento da Dor (Cendor) possibilita atendimentos de acupuntura, quiropraxia, pilates, RPG, osteopatia e fisioterapia, com abordagem multiprofissional (psicólogos, fisioterapeutas, reumatologistas, neuroclinico, anestesiologistas e ortopedista). Os pacientes são referenciados ao serviço, que prestou 7.743 atendimentos no ano passado, ainda nas antigas instalações.
 
Exames e cirurgias – O Complexo de Mangabeira conta ainda com um laboratório próprio, que realiza cerca de 900 tomografias, 460 ultrassonografias, 45 colonoscopias, 115 endoscopias e 290 cirurgias em ortotraumatologia por mês.
 
O equipamento tem também uma ala de urgência pediátrica. No local, as crianças recebem atendimento em setor exclusivo, devidamente climatizado e ambientado.
 
Novas ações – Nos primeiros três meses do ano, a população atendida pelo o Complexo de Mangabeira teve duas boas notícias: a primeira foi a retomada, por parte da Prefeitura Municipal de João Pessoa, de obras estruturantes que acontecem no Cendor; a segunda, o início de um programa de Telemedicina em parceria com o Hospital Israelita Albert Einstein.
 
O hospital foi o único selecionado no Nordeste para participar do projeto, que tem a parceria do Ministério da Saúde (os outros três hospitais são de São Paulo, Amazonas e Minas Gerais). O projeto qualificará a assistência do hospital pessoense, que terá acesso aos melhores especialistas do Albert Einstein para a discussão de casos e a construção de protocolos pela internet.

SecomJP/PB
Complexo Hospitalar de Mangabeira atende a 10 mil pessoas por mês Complexo Hospitalar de Mangabeira atende a 10 mil pessoas por mês Reviewed by Raíza on 12:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Espaço para interação entre os usuários e o Correio do Cariri. É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.

Não somos responsáveis pelo material divulgado pelos usuários.

Tecnologia do Blogger.