Tv Correio do Cariri

Ricardo conhece produção de polpa de frutas e flores financiadas pelo Cooperar



O governador Ricardo Coutinho visitou, nesta sexta-feira (2), os Arranjos Produtivos Locais (APL) de produção de polpa de frutas e de flores, no município de Areia. Somente nestes dois APL o Governo do Estado, por meio do Cooperar e do programa BNDES APL, investiu mais de R$ 300 mil nos projetos que geram ocupação e renda para a população local.

No início da tarde, o governador, acompanhado da primeira dama do Estado, Pâmela Bório, do vice governador Rômulo Gouveia, do secretário de Desenvolvimento Agrário e da Pesca, Marenilson Batista, do prefeito de Areia, Paulo Gomes, do deputado estadual Tião Gomes e mais oito prefeitos da região, conheceu a Associação para o Desenvolvimento Sustentável da Comunidade Chã Jardim, onde 30 pessoas produzem polpas de frutas orgânicas, artesanato da palha da bananeira e comercializam no restaurante rural Vó Maria, construído com recursos do Pronaf (R$12 mil) e do projeto Cooperar mais R$ 63 mil utilizados para a aquisição de uma câmara frigorífica, equipamentos e material de trabalho.

Ele saboreou os produtos e a culinária e conheceu a história da associação criada em 1996 com a instalação de uma fábrica de polpa de fruta, numa parceria da Prefeitura de Areia e do Centro de Ciências Agrárias de Areia da UFPB, mas que após algumas dificuldades passou 10 anos fechada. Em 2006, a associação foi aberta e com apoio de programas como Pronaf e Cooperar vem conseguindo garantir o sustento de 30 pessoas das quais 60% delas jovens graduados pela UFPB de Areia.

O governador Ricardo Coutinho disse que estava feliz em verificar in loco uma experiência exitosa de desenvolvimento local integrado, onde se planta a fruta e transforma em polpa, onde se utiliza a folha da bananeira para produção do artesanto. “Esses são produtos feitos com muito carinho, orgânicos e podem ser adquiridos aqui no restaurante rural. É uma demonstração de como programas como o Cooperar e o Pronaf podem ajudar a transformar vidas e fixar o homem no campo”, destacou Ricardo.

A coordenadora da Associação para o Desenvolvimento Sustentável da Comunidade Chã do Jardim, Luciana Balbino, contou que graças à ousadia e determinação de um grupo pequeno a associação conseguiu se reerguer e com orientação da Emater, Cooperar e Sebrae buscou capacitação e financiamentos necessários para a compra de máquinas e equipamentos para incrementar a produção, aumentar a renda e possibilitar que as pessoas vivam do trabalho no local onde nasceram. Luciana informou que hoje a associação produz 250 kg de polpa de frutas por dia e que ainda é insuficiente para atender a demanda do mercado.

“Hoje a gente pode dizer que vivemos num pomar de alegria, pois vivenciamos momentos em que poucos acreditavam no negócio. Mesmo assim, buscamos nos capacitar para 

buscar os recursos como o Pronaf e o Cooperar e preparar o produto para o mercado para dar o passo seguinte, que foi a construção do restaurante para atender aos turistas e os que buscam comprar produtos orgânicos feitos com o esforço e as mãos de agricultores e artesãos rurais. Estamos no caminho certo”, contou .

O técnico da Emater, Eduardo Lucas Farias, que acompanhou o projeto, destacou que o contato com a associação aconteceu há cerca de três anos, quando a Emater procurou as associadas para fornecer polpa de frutas para as escolas da rede estadual e municipal. “No início eles não tinham condição de fornecer e isso nos preocupou, pois havia um ambiente propício para crescer. A partir daí articulamos com Luciana e buscamos demonstrar os créditos que poderiam ser acessados para eles produzirem mais e fornecerem não apenas para a rede estadual, mas para uma gama de clientes. Após a construção da cozinha rural o negócio prosperou”, lembrou.

Flores de Areia- Em seguida, o governador Ricardo Coutinho conheceu a Associação de Flores Vila Real, na zona rural de Areia, que produz 6 mil vasos de flores por mês de 15 variedades. As flores são cultivadas nas estufas flores, entre elas crisalinas, rosas pequenas e gisiantes que na Paraíba só é produzida em Areia.

A Associação composta 20 mulheres foi beneficiada com R$ 226.894,80 para a construção de uma estufa completa, reativação e construção de novos viveiros, além da aquisição de caminhão baú, equipamentos e cursos de capacitação.

A presidente da Associação de Flores Vila Real, Marta Santos, agradeceu o apoio do Governo do Estado para aumentar a produção de flores e possibilitar que mais jovens da região encontrem trabalho aqui. Marta afirmou que a associação tem uma capacidade enorme de se desenvolver e que precisa para isso aumentar a produção para concorrer com as flores de Gravatá e do Sul do país que entram no Estado. A gente sabe se produzir mais vende”, destacou.

O secretário de Desenvolvimento Agrário, Marenilson Batista, afirmou que essa é mais uma ação importante do Governo do Estado que vem ajudando esse grupo de mulheres a desenvolver e escoar a sua produção e ganhar novos mercados através de feiras e eventos. “Esses são casos concretos de como os programas desenvolvidos pelo Estado estão ajudando a transformar a realidade no campo”, completou.


Ricardo conhece produção de polpa de frutas e flores financiadas pelo Cooperar Ricardo conhece produção de polpa de frutas e flores financiadas pelo Cooperar Reviewed by Raíza on 22:27 Rating: 5

Nenhum comentário:

Espaço para interação entre os usuários e o Correio do Cariri. É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.

Não somos responsáveis pelo material divulgado pelos usuários.

Tecnologia do Blogger.