Tv Correio do Cariri

Governo lança Prêmio Criança.PB para jornalistas e instituições ligadas à causa da infância



Jornalistas, representantes de organizações não governamentais, além de conselheiros tutelares e autoridades ligadas à área da criança e adolescente prestigiaram, na manhã desta sexta-feira (11), no Restaurante Mangai, em João Pessoa, o lançamento do III Prêmio Criança.PB de Jornalismo e do I Concurso de Boas Práticas – Em Defesa dos Direitos de Crianças e Adolescentes voltado para instituições.

O evento, promovido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh), destina R$ 34,3 mil de premiação total, que acontecerá durante solenidade marcada para o dia 18 de dezembro.

O Prêmio Criança.PB de Jornalismo, que tem como tema “Enfrentando as Violações de Direitos de Crianças e Adolescentes”, vai premiar em dinheiro os 15 melhores trabalhos jornalísticos. Neste ano, a novidade é que também haverá premiação para os três melhores trabalhos desenvolvidos por estudantes universitários dos cursos de Comunicação Social.

Os primeiros lugares receberão R$ 3 mil e os segundos e terceiros lugares receberão R$ 1,5 mil e R$ 1 mil, respectivamente. Já a Categoria Universitária premiará o primeiro lugar com R$ 1 mil e o segundo e terceiro lugar com R$ 500 e R$ 300, respectivamente.

As inscrições podem ser feitas na sede do Criança.PB, localizado na ONG Amazona – Associação de Prevenção à Aids, entre os dias 1º e 14 de novembro, preferencialmente pelo horário da manhã. A ONG Amazona está localizada na Rua João Amorim, 342, Centro, João Pessoa-PB. A ficha pode ser acessada no site da Sedh.

Com relação ao I Concurso de Boas Práticas – Em Defesa dos Direitos de Crianças e Adolescentes serão selecionadas 10 experiências exitosas e haverá um finalista que receberá a importância de R$ 5 mil, além de uma gravação de documentário sobre a instituição ganhadora.

A secretária da Sedh, Aparecida Ramos de Meneses, reforçou que a premiação é uma forma do Governo do Estado incentivar os meios de comunicação a ter um olhar mais cuidadoso com as causas da infância e juventude. “Pretendemos alcançar o objetivo de que a imprensa possa se voltar para as causas da criança e adolescente. A forma como uma matéria é publicada na imprensa referente à criança e ao adolescente pode dizer muito. Não se pode escrever ou falar em uma emissora de rádio ou TV sobre o assunto de forma pejorativa Então, premiar os jornalistas e as boas práticas para fazer valer o direito da criança e adolescente é fundamental”, disse.

A secretária Aparecida Ramos também lembrou sobre as piores formas de violação de direitos da criança e adolescente como o trabalho infantil, o abandono e a desproteção. “Na tentativa de coibir estas práticas, lançamos campanha de proteção integral à criança e adolescente ‘Não Finja que Não Viu’, onde visitamos municípios com maior índice de denúncias de violência, além de ter elaborado um Plano Estadual de Enfrentamento ao Abuso e a Exploração Sexual, que é uma de Estado”, relatou.

Ela frisou ainda que o Governo do Estado tem atuado firme no fortalecimento de vínculos e que irá lançar o disque 123 para denúncias de violência infantil. “Outra ação importante foi a implantação do Programa de Proteção a Crianças Ameçadas de Morte (PPCam), que garante segurança a vítima e também a família, com todo acompanhamento por uma equipe multiprofissional”, disse.

Também prestigiaram o lançamento do evento a executiva da Sedh, Ana Paula, a presidente da Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente "Alice de Almeida" (Fundac), Sandra Marrocos, a gerente de Proteção Social Especial, Mayara Martins, e a coordenadora do Criança.PB, Janaína Araújo.

Ainda participaram da solenidade de lançamento os representantes do Ministério Público, Clodine Azevedo; do Tribunal de Justiça, Norma Gouveia, e Sérgio Lucena da Associação de Enfrentamento à Violação de Direitos
Governo lança Prêmio Criança.PB para jornalistas e instituições ligadas à causa da infância Governo lança Prêmio Criança.PB para jornalistas e instituições ligadas à causa da infância Reviewed by andre luiz on 09:08 Rating: 5

Nenhum comentário:

Espaço para interação entre os usuários e o Correio do Cariri. É importante salientar que as opiniões expressas não representam a opinião do nosso portal nem de seus organizadores.

Não somos responsáveis pelo material divulgado pelos usuários.

Tecnologia do Blogger.